Poncho Herrera: “O futebol é como a vida”


002~127

Alfonso Herrera escreveu uma coluna ao site Fut24siete.com na qual fala sua experiencia com o futebol. Confira:

Como muitos sabem, outros desconhecem e provavelmente outros intuem, eu gosto de futebol. É um esporte que eu pratico desde que eu tenho quatro anos, e ao longo do tempo tenho presenciado a metamorfose dos campos de jogo onde me desempenhei como futebolista. Desde traves que consistiam em duas paredes de tijolos na colônia da minha casa, um campo na Av. Tepeyac no munícipio de Zapopan Jal, uma partida de domingo no Ajusco, até uma partida de futebol contra o ex-presidente do Brasil, Lula da Silva, onde a partida ocorreu a favor dos mexicanos numa tarde de verão em 2007.

Em pouca palavras, me sinto parte da maioria das pessoas que reconhecem este esporte como um dos mais importantes do nosso país. Reconheço minha paixão e a luminosidade que há neste belo jogo.
Assim como existem coisas muito iluminadas no futebol, podemos encontrar outras não muito agradáveis em questões de “jogo limpo” dentro e fora do campo.

Para entender, eu os convido a ir um pouco passado Quem não lembra daquele mega golpe entre os jogadores da equipe nacional da Jamaica e e a equipe de Toros Neza, onde o “Pony” Ruiz levou a pior parte; ou aquele jogo amistoso antes do Mundial nos Estados Unidos em 94 entre o México e Atlético de Madrid, onde percebemos que não que Jorge Campos não sabe somente defender, mas também dar uns bons socos; ou por quê não recordar as incontáveis brigas entre os clubes América e Pumas?

Estou seguro que mais de uma pessoa que ler este artigo vai recordar; por uma simples e única razão: não nos agrada ver como este esporte tão belo é interrompido pelo ego de algumas pessoas. Por ele repetirei um mantra que tem tudo a ver com isso: ‘’reconhecemos e recordamos o que não gostamos, reconhecemos e recordamos o que não nos agrada, reconhecemos e recordamos o que queremos evitar.

Isso é apenas futebol… mas o que aconteceria se complicássemos a equação, se fizermos um comparativo entre o futebol e as partidas que jogamos em canchas muito mais alternativas, como nosso trabalho, nossa casa, ou um tráfego no periférico de Cidade do México às 07:30 da manhã?

O que aconteceria é muito simples, encontramos muitas semelhanças e descobrimos que onde quer que estejamos, é um campo de futebol.

Agora, considerando tudo isso e entendendo a equação (de futebol é igual a vida), é sempre importante reconhecer que em qualquer circunstância, situação ou lugar no mundo onde estamos localizados, é muito provável que nos encontremos com um rival ou com muitos, ao qual ou aos quais teremos que reconhecer, respeitar e honrar com nosso maior esforço já que uma vitória minha poderia gerar uma transformação nele para ser melhor, e uma vitória do rival significará um compromisso comigo mesmo para melhorar, crescer e, no dia de amanhã, ganhar de maneira limpa e pacífica.

Fonte: Fut24siete.com

Tradução e Adaptação: TeamRBDWorld

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s